segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Às vezes já nem sei quem eu sou!

terça-feira, 30 de setembro de 2014

É ele

É ele que faz o meu coração bater com mais força!

desisto?

Não me lembro quando foi a última vez que me senti assim, cansada. 
Há dias em que me sinto completamente perdida e desistir torna-se a melhor opção. Não tenho forças, não consigo lutar, não consigo esperar, não consigo continuar como estou. 
Não estou bem, não estou mesmo bem hoje. 
Como é que uma pessoa que me faz tanto bem, me consegue deixar assim? Baralhada, perdida, cansada, confusa. É, hoje estou assim. Prestes a desistir. Desistir de vez, para sempre.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Poderiam ser mais do que palavras.

Não há um dia que não pense em ti, que não deseje o nós.
Pensar em ti e não sorrir é impensável. Fazes-me tão bem. 
Mexes comigo de uma forma completamente descontrolável.
Consegues fazer de mim a melhor pessoa de sempre.
O meu maior sonho neste momento? Ser tua.
Sonho contigo. Sonho connosco. Sonho o impossível.
O teu cheiro tira-me do sério, leva-me para outro planeta.
És das melhores pessoas que conheço.
Imagino nos a passear, de mão dada, felizes.
Dás os melhores abraços do mundo.
Tenho muito orgulho na pessoa que és.
A perfeição existe. Tu és perfeito.
Preciso dos teus mimos, das tuas palavras, do teu carinho. 
Provocas em mim um misto de sentimentos, e isso é tão bom!
Não vou desistir da tua amizade.
Estou apaixonada. Consegues adivinhar por quem? 
Não vou insistir, infelizmente não consigo olhar para o futuro e ver um 'nós'.
Descansa, eu não te vou pressionar.
Nunca te disse, mas largaria tudo por ti.

Feliz e de volta!

A minha vida em menos de um ano deu uma volta de 360º, tanta coisa mudou.
Conheci muitas pessoas novas. Criei laços com pessoas que nunca imaginei ser possível. Cometi tantos erros. Sim, é verdade, errei mesmo muito. Mas sabem, fui feliz nesses meus erros... não digo em todos, mas na maioria deles fui. De qualquer das maneiras agora não poderia voltar atrás. 
Apesar de tudo estou feliz, ainda sinto muitas borboletas no meu estômago, ainda ouço os pássaros a cantar, e tenho motivos para acordar todas as manhãs com um sorriso nos lábios!
Estou de volta!